Intrometido

17 de novembro de 2016

Aguinaldo Ribeiro é acusado de “pedir cabeça” de presidente da Geap que se recusou a contratar empresa indicada por ele

O assunto foi tratado também na coluna do Intrometido Helder Moura, mas saiu do colunista de “O Globo” Lauro Jardim e envergonha, sem sombra de dúvida, qualquer paraibano que acompanha a política nacional.

Líder da bancada do PP na Câmara e investigado na Lava-Jato, Aguinaldo Ribeiro, bateu de frente com Laércio de Souza, presidente da Geap Autogestão, maior operadora de planos de saúde dos servidores. Laércio chegou ao cargo no meio do ano pelas mãos do PP.

Mas se negou a aprovar a contratação de uma empresa de serviços dentários indicada por Ribeiro. Ribeiro conseguiu a demissão de Souza de outro cargo público que ocupava por indicação política: uma diretoria executiva no Ministério da Agricultura.

Assim, terá que deixar também o conselho da Geap, pois para o cargo é pré-requisito ser funcionário público federal.”

Mais em http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar